31 de outubro de 2010

Um Crioulo n'descontra [Capítulo 9]

Estava aqui pensando nas próximas eleições e decidindo se irei votar ou criar um partido. Estou mais inclinado para a segunda opção. Ainda não escolhi o nome (essa será a função dos futuros delegados), por agora, para diferenciá-lo dos outros partidos, irei chamá-lo de O Partido. Fiquei sabendo que para (a)fundar um partido é preciso um certo número de assinaturas, talvez consiga alguns militantes aqui mesmo no blog.

Como proposta de nome acho que “Transformação Inovadora para o Trabalho Independente Organizado” seria um bom nome. Tem personalidade, é fácil de lembrar e o povo poderia gritar nos comícios: “Viva TITIO”. Nos comícios teríamos um público composto por crioulas que adoram o seu TITIO. Quando em cima do palco perguntarmos em quem irão votar, elas responderiam (com os sutiãs no ar): TITIO!... TITIO!...

Ou quem sabe, um nome mais moderno e viril: Democracia Jovem Organizada Nacionalista e Independente, ou seja, DJONI. Mais uma vez procuraremos conquistar o voto feminino – apesar de que alguns homens são simpatizantes do DJONI. Iremos subir e descer as ladeiras deste belo país, enfiando o DJONI pela goela abaixo de todos aqueles que nos queriam ver murchar. Seguiremos erectos e firmes para alegria das nossas crioulas (e alguns crioulos). A nossa mensagem é simples: o DJONI é o nosso partido, por isso devemos agarrá-lo com ambas as mãos para que ele possa crescer e tornar-se maior. Somente segurando-o com mãos suaves, mas firmes é que ele pode desempenhar o seu papel multiplicador de trabalho e prazer. Vamos esfregar o DJONI na cara daqueles que não acreditaram que era possível ter um partido possante que não estava nestas batalhas somente pelo dinheiro. DJONI irá trabalhar pelo puro prazer de satisfazer as caboverdeanas e caboverdeanos (são os ossos do ofício).

A nossa posição ideológica é claro, no Centro – bem lá no meio – podendo mudar de posição conforme as necessidades. Em caso de alianças, teremos que ter cuidado como os jornais irão tratar o assunto, procurando evitar notícias do tipo “DJONI enfiado no MPD” ou “este entra-e-sai do DJONI no PAICV fez com que os dirigentes viessem à (em) público”, ou então, “comparando os deputados, verifica-se que os de DJONI é maior que os da UCID”.

E se o DJONI vencer as eleições, o povo nem vai notar o quanto ele está enfiado (na sociedade) porque já está tão acostumada a ser fud...


3 comentários:

Suzy Ferreira disse...

Dai bo é um bomba um adora ess peça.... bijim

daivarela disse...

Pob sab de sabe k bo gosta, suzy ferreira. KISS

Neida disse...

Hehe, um ka sabe se dvera oh se mintira....um ka sabe se tud ess eh fruto dum imaginacao fertil, ma um sabe ke um tita curti esh bombas dbossa! Por isso um te bem dob " the benefit of the doubt" e acredita kje verdade :) Keep up the good work!!!

Enviar um comentário

 
Design by Wordpress Theme | Bloggerized by Free Blogger Templates | coupon codes