28 de agosto de 2014

Sabias que Zorro já esteve em Cabo Verde e adorou as crioulas?


Pois é, Zorro, um dos grandes heróis da nossa infância e que passava todos os dias na TNCV, já esteve em Cabo Verde e adorou as crioulas. 

É pelas mãos da mundialmente conhecida autora Isabel Allende que o mito de máscara e espada desembarca nas nossas ilhas numa história ficcionada da juventude de Diego de la Vega, mais conhecido como El Zorro. O livro se chama "Zorro - o começo da lenda" e revela a origem das rivalidades, amores e amizades da juventude deste justiceiro que serviu de modelo para muitas brincadeiras de infância na minha zona.

Bom, o nosso herói fica por pouco tempo em Cabo Verde (não se sabe em que ilha mas da forma como fala das mulheres já dá pra desconfiar onde desembarcou) mas o que é mesmo interessante são as descrições das crioulas na página 310 que ele encontra por aqui:

“(…) Impulsionado pelas correntes oceânicas e pelos ditames do vento, o Madre de Dios dirigiu-se para sul bordejando Africa, passou frente às ilhas Canárias sem parar e chegou a Cabo Verde para se abastecer de agua e alimentos frescos, antes de iniciar a travessia do Atlântico, que podia durar mais três semanas, dependendo do vento. Ali souberam que Napoleão tinha fugido do seu exílio na ilha de Elba e entrara triunfalmente em França, onde as tropas, enviadas para lhe barrar o caminho até Paris, se haviam passado para o seu lado. Recuperara o poder sem disparar um único tiro, enquanto a corte do rei Luís VXIII se refugiava em Gant, e dispunha-se a reiniciar a conquista da Europa. 

Em Cabo Verde os viajantes foram recebidos pelas autoridades, que ofereceram um baile em honra das filhas do comandante, como as meninas De Romeu foram apresentadas. Muitos funcionários administrativos eram casados com belas mulheres africanas, altas e orgulhosas, que se apresentaram na festa vestidas com um luxo espectacular. Em comparação, Isabel assemelhava-se a um cão lãzudo e até a própria Juliana quase parecia insignificante. Essa primeira impressão mudou por completo quando Juliana, pressionada por Diego, aceitou tocar harpa. Havia uma orquestra completa, mas, mal ela feriu as cordas, fez-se um silêncio no grande salão. Um par de baladas antigas bastou-lhe para seduzir todos os presentes. Durante o resto do serão, Diego teve de se pôr em fila com os restantes cavalheiros para dançar com ela.

Pouco depois, o Madre de Dios desfraldou as velas, deixando para trás a ilha. (…)”

Se quiseres baixar a obra integral click aqui

Sinopse do livro "Zorro - o começo da lenda":
"Tal como nas suas primeiras obras, Isabel Allende alterna fantasia e realidade para explicar como é que um jovem chamado Diego de la Vega, nascido na Califórnia, se converte na célebre personagem de El Zorro. Ao nível da lenda, a autora concebe-o como uma mistura de Peter Pan, Robin Hood e Che Guevara; na realidade, é um mestiço oriundo da Califórnia que tem genes índios e genes espanhóis, porque esse foi o tipo de pessoas que surgiram naquele local do mundo."

«Com uma escrita ágil e fluente, Isabel Allende criou um dos melhores romances da literatura moderna.»
Expresso

«Um romance indispensável. Allende recria Zorro como uma mistura de Peter Pan, Robin dos Bosques e Che Guevara.»
Diário de Notícias

Eu vi neste blogue aqui através da dica do Djai Gomes.

0 comentários:

Enviar um comentário

 
Design by Wordpress Theme | Bloggerized by Free Blogger Templates | coupon codes