5 de fevereiro de 2013

Li e gostei: TRAGÉDIA EM SANTA MARIA A diferença entre o remédio e o veneno

Que dimensão deve ser dada a uma cobertura jornalística? Eis uma dúvida comum entre editores, qualquer que seja o tema. E quando esta cobertura é a de uma tragédia, como a de Santa Maria, no Rio Grande do Sul? Centenas de mortos e feridos (até o momento em que escrevo eram, somados, quase 400), acontecimento trágico como raros outros no Brasil. Devemos dar a esta tragédia o tempo que nossas emoções pedem? O tempo jornalístico deve ser medido pelo impacto que a notícia tem sobre nossas vidas, deve ser proporcional ao volume de informações que temos para oferecer, ou deve levar em consideração o critério da proximidade? Não é uma resposta fácil...

Leia todo o artigo aqui

0 comentários:

Enviar um comentário

 
Design by Wordpress Theme | Bloggerized by Free Blogger Templates | coupon codes