23 de abril de 2012

Chullage arrebenta com o álbum “Rapressão”

Chullage - o ás da escola do rap da rua 
Quando soube que o mano Chullage tinha, finalmente depois de oito anos, lançado seu álbum independente “Rapressão (Rap, Ruas e Resistência)”, pensei: “que se dane os megabits da Telecom, vou baixar as músicas” e não me arrependi. Mas como é que poderia arrepender-me de ouvir o rapper que Valete (se não sabes que é Valete, favor parar de ler este texto) referiu no “Hall of Fame” como: 

“o ás da escola do rap da rua chamava-se Chullage
muito gás, todos os street rappers ficaram lá atrás
eficaz na street knowledge, sempre cru e voraz
perspicaz na rima por mais que rimasse Red Eyes” 

Só entendi este “street knowledge” ou conhecimento de rua, quando assisti a uma tertúlia que o Chullage orientou aqui em São Vicente em Dezembro de 2011. Nuno Santos é o nome próprio deste rapper reivindicativo que é licenciado em Sociologia do Trabalho. Activista social e intercultural, demonstrou saberes em áreas transversais ao hip-hop e uma grande à-vontade na transmissão dos mesmos. Confira aqui o melhor desta tertúlia. 







Primeiro edita "Rapresálias (Sangue Lágrimas Suor) ", em Julho de 2001 e que tornou-se a primeira edição independente de rap português a ultrapassar três mil discos vendidos. Depois lança em Abril de 2004 o disco duplo "Rapensar (Passado Presente e Futuro)", tendo sido eleito o álbum do ano pelos leitores da revista portuguesa “Hip Hop Nation”. Agora rebenta com “Rapressão (Rap, Ruas e Resistência)” que é mais uma produção independente deste rapper filho de crioulos mas nascido em Portugal. 

Já tenho os meus sons preferido deste CD: 

“Mediacridade” pela crítica forte ao quarto poder que cria ídolos do verão que “com tanta açúcar nos morangos está a criar uma geração de diabéticos” e a música “Eles comem tudo” pela velocidade do flow e o beat brutal. 




Vou continuar a apreciar Chullage e se quiseres curtir um álbum independente de grande qualidade click aqui e baixa o álbum completo. Aproveita e diga o que achaste deste álbum.



4 comentários:

Runhu disse...

Obrigadooooo

Midjor álbum rap kriolo di sempri

Nanidelgado disse...

Moss esse album de Chulage traz a muito o que nao temos ouvido na cena do rap. Criticas feitas de forma poetica e a relidade do mundo globalizado. Apesar de trazer a vicencia em portugal e a os problemas destes paises, nao podemos ficar indeferente ja que os problemas sao mundiais. Teve algum tempo parado mas Chulage agora mostra do que que é feito "
o ás da escola do rap da rua ". Muito bom trabalho. 

NG disse...

100palavras p descreve es album . . . e atenção CHullage cativ parod es 8 one . . . es broda tive na rua ta reenvindica ses direitos e direitos de nos irmo . . . es broda tive ta faze participações ma ots artistas . . . es broda tive ta refina ses conheciment e ses retorica . . . e es album é resultad de es intensos 8 anos . . . agoraaa....Day, bo tem es pc dmeu tud ta bloquia....es blog de bossa é um afronta, un ta cre ale tud ao mm temp . . . jam abri un data de documentos en janelas diferentes e es net cata guenta tal cosa....un des dia un t processob por excesso de bons materias li nes blog . . .da temp p es net dsinvolve pf

daivarela disse...

HAHAHAHHAHAHHAHAHAHAH, sabe pa fronta, NG
Se depender de mim ess net te bem bloqueá de cosa bom. Bunzim nera?
Abraço nha broda

Enviar um comentário

 
Design by Wordpress Theme | Bloggerized by Free Blogger Templates | coupon codes