28 de março de 2012

[Desafio Criativo Nº1] - Verdes eram as ilhas!

Verdes eram as ilhas! 

Mas somente no nome... 

Clorofila? Não se vê a milhas! 

Apenas se tropeça na fome! 


Impressionei-me com a rocha nua, 

A aridez que tão intrinsecamente pintava, 

o céu, as montanhas, o mar, a rua! 

O que fora, já não era, agora se lamentava! 


Cobardemente me senti forte, 

por poder estar à distância de um clique, 

dos meus, de casa, do meu resourt. 

Teletransporte já é um facto, não é chique. 


Joana do Traço Underlaine, enganosamente publicitou: 

- Venha conhecer o berço da Morabeza! 

Na minha ingenuidade, onde proliferar encontrou, 

tamanha inexactidão, tamanha avareza! 


Sou jovem, pequeno e imaturo, 

Mas se sabiam que ia acabar, 

Não era preciso ser muito burro, 

Para saber que do Petróleo tinham que mudar! 


Viu-se o muro à frente! 

O precipício a aproximar-se... 

Mas o mal era para os filhos da gente.... 

Continuou então, uma sociedade a cagar-se! 


Reparou-se o mercúrio a subir, 

Ano após ano, década após década! 

Apenas se pensou em ventoinhas, investir! 

Antes de explodir, fico rico e mais nada. 


Ambientalista virou comunista! 

Argumento de todo o capitalista 

que por ser materialista 

apenas quer engrossar a sua lista. 


Os netos pagam agora a factura 

De quem não soube aproveitar 

Pensaram que viver em fartura 

Tinha que rimar com esbanjar! 


Sou magro, fraco e pálido 

Porque a água agora rareia 

Se antes o pessoal tivesse sabido 

Que agora recicla-se até a diarreia! 


Joana Underlaine me recebeu 

Conversamos e juntos percebemos, 

Quem agora sofre, não o mereceu. 

Graças aos nossos progenitores é que sofremos! 


OBS: este texto é da autoria de Tey Alexandre Fonseca Soares e faz parte do Concurso de Escrita Criativa

2 comentários:

Sthefigirl1990 disse...

parabéns, um dos melhores que já li até agora

João Peixoto disse...

sabe pa cagá

Enviar um comentário

 
Design by Wordpress Theme | Bloggerized by Free Blogger Templates | coupon codes