25 de janeiro de 2012

Deputados querem criar Instituto da Pergunta

Hoje quando fui sintonizar o rádio para ouvir os trabalhos da Assembleia da República havia muita interferência por isso não levem a sério tudo o que disser aqui. 

- O sujeito parlamentar deseja a palavra para que efeito? – pergunta o Presidente. 

- Para propor a criação do Instituto da Pergunta – responde com firmeza o deputado. 

- Instituto da Pergunta? – surpreende-se o Presidente - olha, tenha a bondade. 

- Sim, - continuou o outro – tendo em conta que o Governo não tem tempo para responder às nossas questões proponho a criação de mais um Instituto que servirá para endereçar as perguntas que deverão ser respondidas o mais breve possível. 

- Agradecia silêncio na sala – repreendeu o Presidente porque os outros deputados já estavam a reclamar que estava na hora de ir embora e já ninguém ligava à proposta do deputado. 

- Eu também quero falar – ouviu-se alguém dizer lá do fundo da sala. 

- Para que efeito? 

- Para interpelar o Governo. 

- Mas… - estranhou o Presidente – o Governo quase que não está aqui. Mesmo depois de seis meses sem aparecer por aqui parece que só há dois ministros com disposição nesse dia e meio de trabalho. Acho melhor não entrar em delongas porque já são horas de ir para casa. O senhor deputado ainda insiste em usar a palavra? 

- Insisto. Há uma situação regimentar que é necessário observar para evitar criar certos expedientes. Caros colegas, o novo modelo estrutural aqui preconizado acarreta um processo de reformulação das nossas opções de desenvolvimento futuro… 

- Desculpe, - interrompe o Presidente – recebi uma mensagem do Albino de nha Chica a dizer que não entendeu nada daquilo que acabou de falar. 

- Quem é esse tal de Albino de nha Chica? – estranha o deputado. 

- É o sapateiro lá da sua zona que está ouvindo o seu discurso pela rádio. 

- Bom, - justifica-se o deputado – mas eu não estou falando para ele. 

- Como não, se foi ele quem votou no senhor deputado? – pergunta o Presidente. 

- Eu tenho uma pergunta original – disse outro deputado – e espero que não me seja cortada a palavra ao meio. 

- Na verdade – respondeu o Presidente – não irei cortar-lhe porque não lhe passarei a palavra porque temos que encerrar a sessão. Está de acordo? 

- Não estou de acordo mas vou aceitar porque também tenho que ir. 

- Está encerrada a sessão.


1 comentários:

Anónimo disse...

Do you mind if I quote a few of your articles as long as I provide credit and sources back to your website?
My website is in the very same area of interest as yours and my visitors would certainly benefit from some
of the information you provide here. Please let me know if this alright
with you. Cheers!
My website ; latest transfer news for chelsea fc

Enviar um comentário

 
Design by Wordpress Theme | Bloggerized by Free Blogger Templates | coupon codes