16 de novembro de 2011

Lá em cima não sou tão mau!

Estou lá em cima, bem paradinho 
para não descontrolar o avião.
Sempre que vou para a cidade da Praia fico com vontade de ficar por lá. Não é porque a capital está mais desenvolvida do que o resto do país. Não é nada disso. O problema é que tenho pânico alguma preocupação ao viajar de avião por isso até penso em ficar por lá e evitar a viagem de volta para Mindelo. 

Sou tipo assim: o último a entrar no avião para o caso da TACV avisar que a viagem foi cancelada para que possa fugir o mais rápido possível (todo contente). Só não sou o primeiro a sair porque fico tão colado na cadeira que fica difícil levantar quando chegamos no aeroporto. 




Ainda bem que antes da viagem há sempre alguém para me animar, como foi o caso do Nuno com palavras de motivação: “aproveita e tira uma foto antes de entrar no avião e faça um último post no teu blog para te despedires dos teus leitores”, disse-me com um sorrido idiota. 

É estranho mas nem presto atenção na aeromoça quando mostra as saídas de emergência e como usar o colete salva-vidas. Pois claro, eu não quero nunca saber como se abre a porta nem que tenho que esperar sair do avião em chamas e a afundar no mar antes de abrir o colete. Só se deve aprender coisas que se vai usar. 

Sou tão paranóico correcto lá em cima que procuro nem me mexer na cadeira com medo de com isso desviar o avião. Quando o Comandante anuncia que estamos a nos aproximar do aeroporto e que devemos apertar os cintos a minha vontade é gritar-lhe: “fica calado e preste atenção no controlo do avião, pá!” 
Só não me levanto nesta hora para protestar por medo de fazer o avião perder a direcção e deixar de fazer notícias para tornar-me notícia.



12 comentários:

Zepra disse...

Pois é Dai. Para falar a verdade eu também não gosto de prestar atenção na Aeromoça quando está a explicar como se usa os coletes. Fico com a sensação que entrei no "corredor da morte". Penso "ainda dizem que os aviões são os meios de transportes mais seguros do mundo...

Anónimo disse...

Pessoas que se intitulam de maus e que dizem que nada lhes mete medo...(nem os thugs conseguiram tal feito) não devia declarar seus medos publicamente...agora quem quizer pessuadir-te já sabe...ameaça-te com um vôo e tu tens, quase que obrigatoriamente de ceder...hahahahahhahahahahaha...deu vontade de andar no avião na compania do homem mais mau de Cabo Verde só para ver como é a cara de medo dele...Daivarela, mais deixa estar...heheheh
Abc

daivarela disse...

Podes crer Zepra. Uma amiga me dizia que o avião é dos mais seguros para se viajar e que é mais provável morrer de enfarte.

Disse-lhe que mais provável é morrer de enfarte por medo do avião, hehehehhee

daivarela disse...

Eu ainda continuo um gajo mau pa fronta, Anónimo

Só deixo de ser por 45 minutos, nada mais.

Anónimo disse...

Em 45 minutos pode se conseguir o mundo hoje em dia...Agora adivinha, adivinha, o que se consegue fazer com Daivarela em 45 minutos de vôo? Atenção, esse é o único momento que ele vai se encontrar vulnerável, então pensem bem nas respostas...hahahahahhaa

mrvadaz disse...

Sei muito bem do que falas. Eu sou um gajo contraditório, aquele que gosta de conhecer novos lugares e pessoas mas que detesta viajar.

Antes o barco ao avivião mas quem viajou inter-ilhas no Barlavento ou Sotavento, depois de dar comida aos peixes, preferiria os 45min de pânico.

daivarela disse...

Não se deve aproveitar do pânico dos outros, óh Anónimo!

daivarela disse...

Meu, prefiro andar de barco a ter que viajar de avião )e olha que já sofri muito nos barcos

Anónimo disse...

Preferes barco em vez de avião...em prefiro não viajar...lol
Daivarela não me estou aproveitando do teu pânico...só queria ver para crer.

Neu Lopes disse...

Oh, Dai. Bô ê medente, môss. Ainda bô ca trá med d'andá d'avião? Ehehehehe.

Para falar a verdade às vezes penso que só me sinto seguro em terra, mesmo com esses condutores assassinos à solta. Não há dúvida que o avião é o transporte mais seguro do mundo. E olha que trabalho com aviação. O negócio é ter pensamento positivo e pensar que a viagem dura apenas 45 minutos e não doze horas e meia como a que tive da China para Paris. Já agora, Dai, para eliminar definitivamente o teu medo, desafio-te a fazer uma viagem com o Marcello Meggiorin no seu monomotor menor que meu carrinho. Aquele que está lá no Aeroporto. É tão bonitinho...

daivarela disse...

Mi ca ê medent, Neu Lopes, até porque mi´ê um gax mau pa fronta. Prublema k lá d'cima cosa é diferent - mas olt.

O meu pensamento psitivo não resiste ao primeiro estremecer do avião.
Diz ao Marcello Meggiorin que fico contente por ele mas que vou ter que deixar passar esta oportunidade.
Abraço.

Anónimo disse...

desejo-te um dia um voo cheio de torbulencias para perderes esse medo!!
Mas cuidado usa fraldas quando fores viajar.kkkkkkkkkkkkkkkk

Enviar um comentário

 
Design by Wordpress Theme | Bloggerized by Free Blogger Templates | coupon codes