3 de novembro de 2011

Aventuras da Aninha [Capítulo 4]

Não foi daqui a pouco como disse mas eles lá estavam em casa de novo. Corri para junto da minha mãe rodeando-a para provar como estava certa de que ganharia uma irmãzinha. Para minha surpresa o bebé não tinha cara de menina nem de menino. Todo ele estava enrolado e só aparecia uns olhinhos sem curiosidade. 

- Então… é uma menina como vos tinha dito, não? – quis confirmar. 

Meu pai sorriu e subiu as escadas para colocar as bolsas no quarto deles. 

- Só vais saber se é menina ou não quando me ajudares a dar-lhe banho – brincou ela com um sorriso cansado que não lhe tirava a beleza da sua pele negra. 

- Então vamos logo! – quase gritei, mas ainda tive que esperar mais um pouco antes de subirmos ao quarto deles. Papai colocou um pouco de água quente na tina. 

- Vai fechar a porta, Aninha – pediu-me a mamã – enquanto experimentava a temperatura da água com o dedo. Começou a desembrulhar o bebé devagarinho como uma prenda e eu só batia palmas e cantava: 




- Tira, tira… 

- Como é que ela se feriu? - com o dedo fui apontando para o umbigo dela. 

- Pergunta à tua mãe – riu-se e colocou o frasco de talco em cima da mesa. 

- Eu depois te explico – mamã foi logo dizendo quando sentiu meu olhar de expectativa sobre ela. 

- “Eu depois explico” – pensei -, traduzido é o mesmo que isso não é assunto para crianças. 

Assim que ela acabou de destapá-lo exclamei horrorizada: 

- Trocaram o bebé!






1 comentários:

Anónimo disse...

Já no quarto capítulo das "Aventuras da Aninha" não sei bem porquê mas sinto uma presença muiiiiiiiito forte de um gajo mau falando; mas estou a gostar dessa menina traquinas, faladeira e respondona e ansiosa pelos próximos capítulos.
Continuação de boa escrita,
Abc

Enviar um comentário

 
Design by Wordpress Theme | Bloggerized by Free Blogger Templates | coupon codes