3 de fevereiro de 2011

Em Conversa com: Alexandre 'Alex' Silva (Artista Plástico)


O que pensa da situação cultural de São Vicente em 2010?

Alex Silva
Aqui em São Vicente temos um grande problema. Os jovens estão desenvolvendo um certo complexo, eles têm dificuldade em aproximarem-se das pessoas e perguntar coisas. Ao mesmo tempo temos jovens nas periferias a trabalharem com os seus grupos de teatro, dança, música e pintura. Mas eles demonstram uma espécie de complexo em chegar e questionar qual a direcção a seguir. Falta esta partilha neste sentido. Não sei se foram os jovens que criaram este complexo ou se foram os ditos artistas consagrados, mas de qualquer forma vamos ter que quebrá-lo.

E isso de artistas consagrados é o quê? São chamados assim porque em terra de cego quem tiver um olho é rei. Vão expor lá fora e depois venham exigir respeito. Agora vir aqui na tua terra e sentir-se melhor que os outros é que não. Na arte tem é isso: trabalho. Ninguém é mais que o outro e qualquer artista que trabalhe merece ser respeitado. 


Espera um 2011 com novidades?

Os Governos estão apoiando cada vez menos a cultura e o pouco que há não é bem distribuído. Tem que existir uma maior colectividade entre os artistas, procurando trabalhar sem que esperar por eventos criados pelo sector governamental da cultura. Sei que fazer coisas sem dinheiro é sempre complicado. Para este novo ano continuarei a trabalhar e aqui na minha galeria encontrarão sempre coisas novas.



Publicada (também) no Artiletra - Jornal-Revista de Educação, Ciência e Cultura de Dezembro/Janeiro de 2011 - Nº 108

2 comentários:

Tchale Figueira disse...

Dizer que o governo não faz nada quando foste beneficiado para montares a tua galeria? Cuspir no prato que deu-te a comer? Quem são estes artistas que vão ao estrangeiro e não respeitam os jovens que estão iniciando? Tu é que inventas exposições fantasmas no Japão e outros lugares que só existem na tua fantazia! Devias ser mais modesto e menos charlatão. Armaste agora em salvador dos jovens artistas, quando aquilo que pedes em termos pecuniários para artistas exporem na tua galeria é especulativo! Pura jactancia esta entrevista. Tchalê

Anónimo disse...

(Depois de ler o comentário do Tchale Figueira) Fica aqui um apelo:

Entrevistar pessoas de sucesso (vários ramos que fizeram a maior parte do percurso fora de cabo verde) e perguntar como conseguiram e conseguem viver e conviver em cabo verde.

Não que pense em regressar… mas acho que seria importante para quem sonha um dia regressar e encontrar o Pais tão caloroso, o Povo sem igual…

Onde ficou os tempos da musica “quem ca conxe Mindelo ka conxe cabverde” onde ficou o Povo que tantas e tantas musicas elogiam????
Será que nunca existiu, ou a nossa geração é que mudou de DNA????

Muitos são aqueles que perguntam como consigo viver longe de Cabo verde, hoje sou eu que pergunto aos “ Alexandres” como conseguem viver em cabo verde...

Força Alexandre!!!

Enviar um comentário

 
Design by Wordpress Theme | Bloggerized by Free Blogger Templates | coupon codes