17 de junho de 2013

Vídeo - primeira apresentação do meu conto para as crianças no Mindelo


Num ambiente descontraído, o conto infantil “A fita cor-de-rosa”, da autoria de Daivarela foi apresentado às crianças do Centro Juvenil “Nhô Djunga”, no Mindelo, esta sexta-feira, 14 de Junho de 2013.

Jailson Fortes fez a leitura dramatizada para
uma plateia de pequenos bem-comportados


O convite partiu do Instituto Cabo-verdiano da Criança e do Adolescente e a leitura dramatizada ficou por conta de Jailson Fortes que divertiu a pequenada.


Foram momentos de boa disposição e contacto com as crianças, o público-alvo do livro que procura financiamento para ser publicado. 



Uma das páginas do livro "A fita cor-de-rosa", ilustrado por Rogério Rocha


Público-alvo do livro
Um livro pertence a quem o lê mas, mesmo assim, considera-se que “A fita cor-de-rosa” é direccionada para o público infanto-juvenil e aos pais que queiram contar uma história ilustrada a sua prole, a bibliotecas das Escolas de Ensino Básico Integrado, e as várias bibliotecas espalhadas pelo país.

Bons momentos de convívio com as crianças a ouvirem a estórea

Procura-se atingir o público em formação que está entre os adolescentes e as crianças, naquela faixa difícil que não se é criança e nem adolescente. Por se tratar de uma estória abrangente, considera-se que deverá agradar tanto ao público feminino como o masculino.

Sobre o autor

Odair Varela Rodrigues é jornalista e licenciado em Ciências da Comunicação pela Universidade Lusófona de Cabo Verde mas é também contador de estórias. É esta faceta mais criativa que usou para produzir o livro que agora urge para que tome forma em papel A5 e disponível para ser folheado e apreciado por um vasto público. Acreditando no valor e potencial deste livro que concorre ao Prémio Lusófono da Trofa - Conto Infantil - Prémio Matilde Rosa Araújo, o autor espera que este o abra portas para conexões inesperadas com financiadores e outros realizadores. 



Sustentabilidade
Uma das formas de manter a sustentabilidade do projecto após a sua conclusão será através da apresentação e discussão do livro nas Escolas Básicas Integradas da ilha de São Vicente de forma voluntária e gratuita. Esta será uma forma de avaliar o impacto junto do público-alvo e também fomentar a escrita criativa nas crianças e adolescentes.

Outra estratégia que será usada para garantir que o impacto dure ainda mais mesmo após conclusão do projecto é a proposta de que estas crianças escrevam textos criativos derivados do livro “A fita cor-de-rosa” que serão publicados na página pessoal www.daivarela.blogspot.com e partilhados nas redes sociais. Como contrapartida, os dez textos que conseguirem maiores visualizações por parte dos leitores ganharão um exemplar de “A fita cor-de-rosa”.
  
O Presidente da República, Jorge Carlos Fonseca, é um dos primeiros 
leitores de “A fita cor-de-rosa”. Na foto, junto com o autor, Odair Varela.

Em execução está a produção da dramatização radiofónica da estória que será difundida nos programas infantis das várias rádios nacionais como forma a manter o nome do livro sempre difundido.

O livro aparecerá em forma de merchandising em um dos capítulos da primeira série televisiva do país, “Soncente Talqualsesente”, que se encontra em rodagem no Mindelo. Esta será uma forma destacada de apresentar o produto nos grandes canais.

O conto está a ser dramatizado pelo contador de estórias cabo-verdiano residente em Portugal, Adriano Reis, e poderá ser apresentado no Festival Mindelact 2013, no Mindelo.


O plano de comunicação e marketing inclui a produção de cartazes promocionais em formatos originais que serão afixadas nos vários pontos de venda do livro, quando for publicado.

11 comentários:

Naty Chantre Chantre disse...

parabéns.... e Praia é para quando?

Catia Cruz disse...

Ameiiiiiiii.

EC disse...

Parabéns Dai Varela! Gostei do teu conto desde da primeira vez que me apresentaste o conteúdo da história tive a certeza que a pequenada ia gostar também. Ainda não tive tempo para ler ou visualizar o vídeo mas espero que deste um final feliz ao pombo pomposo.
Continua a escrever mais e organiza uma colectânea de contos infantis. Parabéns de Coração e muito sucesso nessa caminhada.

Jandir Oliveira (ICCA) disse...

Ola Dai.

Antes de mais gostaria de agradecer-te a ti e ao teu amigo que fez a leitura dramatizada para as crianças do CEI e do CRN no centro Juvenil Nho Djunga. Foi um momento diferente para aquelas crianças.
Esperamos poder contar contigo noutras atividades.

Sds
Jandir Oliveira

Zenaida Piedade (ICCA) disse...

Parabens Day, esperamos encontrar-te mais vezes, e sabes que as crianças perguntaram "vais voltar com mais historias e para juntos descontrairmos, lembras (No tita bem ote vez)?"
M.Cump.

Ralão disse...

Bom dia caríssimo,

Fiquei muito contente em mais um excelente trabalho de qualidade da tua parte.

Infelizmente só agora tive acesso a este email, estive sem portátil por mais de uma semana, por acaso até estou utilizando o daqui da sala de aula, o meu deve ficar pronto hoje mesmo.

Espero que continues com muito sucesso, por acaso, já não me enviavas emails para consultar o teu blog há já um tempão, heheheh

Abraço

Doca disse...

Brother parabens, e continua.

Mantenha

JR disse...

Boa tarde Odair,
Fiquei feliz de saber que já tens um livro escrito. Posso propor-te um editor do teu livro em França. Se tiveres interessado informa-me.
Um abraço

Jandira Fonseca disse...

parabéns! sucesso
abraço

Graça Sanches disse...

Boa
Excelente. Estas de parabéns. Saudações

Fátima Veiga disse...

Obrigada Jornalista Odair Varela por me manter ao corrente das suas actividades e de questoes que dizem respeito ao nosso país e à nossa ilha.
Parabéns pelo seu conto infantil. Votos de sucesso.
M. Cpts

Enviar um comentário

 
Design by Wordpress Theme | Bloggerized by Free Blogger Templates | coupon codes