26 de outubro de 2012

"Flor Formosa" de António Travadinha nos arranjos de Marcello Fera está de arrepiar

Antoninho Travadinha foi um dos maiores músicos autodidactas de Cabo Verde, originário da ilha de Ilha de Santo Antão mas que mudou-se para a cosmopolita São Vicente até a sua morte, em 1987, no auge da sua carreira.




"Flor Formosa" na versão do Travadinha

Esta música faz parte do seu último registo em vida, gravado em Lisboa em Novembro de 1986. "Feiticiera de Cor Morena" é um vinil que ainda não foi editado em CD que conta com a participação da voz de Ana Firmino (a mãe do Boss AC) e Armando Tito (violas, cavaquinho, baixo, chocalho, reco-reco, voz), Ildo Ramos (violão) e Micau (bongós, reco-reco, chocalho).

"Flor Formosa" nos arranjos de Marcello Fera

Neste arranjo do compositor-intérprete, Marcello Fera, um improvisador activo desde criança, a música de "Travadinha" ganha uma dimensão incrível. Nascido em Génova, em 1966, onde recebeu seu diploma em violino, Fera é compositor, maestro e violonista com um vasto repertório.



1 comentários:

Gláucia Nogueira disse...

Sim, lindo mesmo. Só um pormenor: a autoria de "Flor formosa" é do compositor mindelense Djack do Carmo. Muitas vezes os compositores ficam escondidos atrás do intérprete, mas fica o registo.

Enviar um comentário

 
Design by Wordpress Theme | Bloggerized by Free Blogger Templates | coupon codes