6 de abril de 2012

Solange Cesarovna no AFROVISÃO - eu não apoio

Solage Cesarovna
Foi com grande surpresa quando li que a cantora caboverdeana, Solange Cesarovna foi “escolhida” pelo Ministério da Cultura para representar Cabo Verde no Festival Afrovisão que realiza-se em Abijan – Costa do Marfim a 7 de Julho. 

Surpresa porque mais ninguém sabia da existência deste concurso e de repente aparece o Ministério da Cultura (MC)  anunciado que já tinha feito a sua escolha. Segundo Manuel de Candinho, director do Núcleo da Música do Ministério da Cultura, “a organização do festival solicitou ao Ministério de Cultura um representante para participar na Afrovisão e propus o nome de Cesarovna. Ela enviou o seu curriculum e a música escolhida". A minha pergunta é: como é que ela soube do concurso para enviar o currículo e mais ninguém ouviu falar deste bendito certame? É daquelas coisas que se diz que uma escolha é, deveras, amigável entre os seus pares. 



O que pretendem dizer com este gesto? Que o MC não tinha dinheiro para fazer a divulgação desta oportunidade aos demais artistas? Então Mário Lúcio, ministro da Cultura, não está sempre a dizer que “criamos juntos”? 

Manuel de Candinho, Solange Cesarovna e Larissa Rodrigues
no anúncio da escolha do Ministério da Cultura
Ficou faltando a mesma oportunidade aos outros artistas para juntos concorrermos em pé de igualdade. Quem vos garante que estes também não teriam o “domínio das línguas inglesa e francesa”, já que esta parece ter sido uma das condições mais importantes apontada por Manuel de Candinho para a escolha da representante do nosso país nesta segunda edição que contará com 22 países africanos. 

O MC é a instituição estatal que deve ter o ónus de promover a Cultura. Mas, não só a cultura musical, literária, popular ou outra mas também a cultura de igualdade de oportunidades aos artistas. Muito mal estaremos se esta for a nova política cultural. Se a moda pega… 






Spot publicitário do AFROVISÃO


O blog um crioulo n’descontra apoia sempre Cabo Verde mas recusa-se a apoiar uma “escolha” com critérios (?) dúbios. Li ke terra!

16 comentários:

mrvadaz disse...

Isso vai dar muito que falar...

daivarela disse...

espero bem que sim porque isso não é coisa para ficar-se calado

Zito Azevedo disse...

Estou a 100% consigo, meu amigo ou, melhor, a 1.000%...Eu acho quie este gesto do MC é um atestado de incompetencia aos artistas caboverdianos que não foram tidos nem achados nesta escolha...E também me parece um exagero que os artistas de um concurso que, aliás, costuma ser organizado pelas Estações de Tedlevisão e não por Ministérios, tenham que ser poliglotas...Será que Eugénio Tavares vai oubir a sua Força di Cretcheu em lingua russa?...
PS-Que eu saiba também são as diversas Estações de TV dos paises concorrentes que escolhem a musica e o intérprete...

Arte disse...

Bom eu concordo totalmente contigo Dai..mais uma coisa se a língua Inglesa e francesa foram das condições exigidas para os candidatos, acho um tremenda besteira, tendo em conta a língua em que se enquadra a nossa cultura musical, e sobretudo sabendo que os nossos melhores artistas sabem apenas a nossa língua materna. Será que não existe interprete em CV, que os podiam acompanhar??. Nada contra a candidata, mas, será que a nossa candidata irá cantar "Forsa de um Kretcheu" em inglês e francês.? Será que o senhor ML, "está a começar a estragar as coisas"?

C.MR.86 disse...

Aeroporto da Praia , estátua da da nossa Cize , e agora este , e ainda dizem q os caboverdeanos estão satisfeitos pela nossa Democracia .EM C.VERDE não há oportunidades para todos .

Sthefigirl1990 disse...

há muita coisa para ser explicada perante esta situação, ou seja isto é pura padrinhagem

Crioula di terra disse...

daivarela o gajo e as gajas não ficaram satisfeitos kdo foram questionados sobre esta pequena e não menos importante detalhe, se lerem este teu voto de não apoio vão ficar ainda mais fulos. Mas bem dito.

daivarela disse...

Oi Crioula, espero que leiam e saibam que nem todos ficaram satisfeitos com esta nomeação sem divulgação do AFROVISÃO.
Escrevi para que as pessoas saibam que - não para que eles ficam contentes ou não.
Abraço

daivarela disse...

Bo k dze, Sté, mi nha boca ka ta lá

daivarela disse...

o recado está dado!
abraço

daivarela disse...

Sem querer colocar em causa o talento da cantora Solange Cesarovna, que irá representar o nosso país no Festival AFROVISÃO, teria sido mais elegante por parte do Ministério da Cultura se tivesse feito a divulgação deste concurso nos meios de comunicação social, não achas Arte?

daivarela disse...

Um evento desta natureza onde uma artista irá representar Cabo Verde não pode ser apresentado por Manuel de Candinho, representante do MC, como um facto consumado e a artista escolhida. Mário Lúcio, que anda a fazer tanta publicidade dos projectos no seu Ministério, é que não ficou muito bem na fotografia. 

Arte Ferreira disse...

 Claro, agir digamos de uma forma normal....nem eu ando a colocar em causa o talento dela porque não a conheço (talvez falta de cultura geral da minha parte), "hoje tive que ir ao youtube para ouvir a voz dela"...mas desse jeito não é nada elegante (faço uso das tuas palavras)..

daivarela disse...

É sempre bom conhecer e nisso só temos a agradecer ao GOOGLE ;)

Neulopes disse...

Oh, pessoal, deixem-se de invejas, pá. Olhem lá. A Solange tem uma linda voz e uma linda presença. O que, para mim, não significa que seja boa cantora. Agora, falando sério, gostei mais do concerto que do CD. Só uma dúvida... o Manuel de Candinho não é produtor musical da Solange ou coisa parecida? Se  não estou equivocado, ele está ligado à cantora e as suas futuras apostas artísticas. Qual é o papel dele nesse concurso que, pelo que vejo, ninguém tinha ouvido falar até então, no que diz respeito à ligação a esses dez grãozinhos de terra? Bem... mais não digo!

daivarela disse...

 A (in)directa está dada...

Enviar um comentário

 
Design by Wordpress Theme | Bloggerized by Free Blogger Templates | coupon codes