26 de abril de 2012

Batuque foi campeão no último segundo

Para chegar ao Nacional de Futebol o Batuque venceu o Mindelense com um golo do médio Fredson no final dos descontos e sagra-se campeão de São Vicente, título que lhe fugia desde 2010. Os encarnados colocam a culpa no árbitro mas as duas equipas avançam para o Nacional de Futebol com objectivos bem diferentes. 


Para uns ainda faltava uns segundos enquanto para outros o tempo já tinha esgotado. A verdade é que o Mindelense já preparava-se para fazer a festa do título com o empate frente ao Batuque no último jogo da 14ª jornada do Regional de Futebol quando aconteceu a sua maior decepção nesta época. O apito final trouxe lágrimas aos olhos dos jogadores e dirigentes derrotados que sentaram-se no chão desconsolados enquanto os axadrezados explodiam de alegria. 




“Decidimos o Campeonato no último segundo mas este é o culminar de um longo trabalho de formação nas camadas jovens”, afirma radiante Piki, que já leva dez anos no clube sendo nove deles como treinador do Batuque. O golo da vitória foi marcado pelo médio criativo, Fredson, que faz parte de um lote de 25 jogadores com uma média de 22 anos de idade. Um plantel onde somente quatro não foram formados pelo clube o que para Piki demonstra que esta tem sido uma “aposta ganha”. O Batuque vence assim o Regional de Futebol com 34 pontos (11 vitórias, dois empates e uma derrota) e já está no Nacional onde a única promessa do treinador é trabalhar jogo a jogo . 



O Mindelense também segue para o Nacional por ter vencido esta competição na época passada mas a verdade é que vão com um gosto amargo na boca. Depois de terem defendido o empate durante todo o tempo regulamentar, foram passados a perna depois de uma desconcentração no sector defensivo nos descontos. Para Alamara, treinador dos encarnados, o tempo já tinha esgotado por isso mostra-se incrédulo com o desfecho do jogo. 
Victor Lima (terceiro à esquerda) alvo de críticas do Mindelense

“Não entendemos porque é que o árbitro Victor Lima continuou com o jogo”, afirma sem deixar de reconhecer a culpa do golo é da sua equipa. “É um árbitro que tem um nome no futebol em São Vicente mas que neste jogo teve um comportamento muito estranho e quando assim é nós não conseguimos entender o que está por detrás de tudo isso”. Agora só resta ao Mindelense recuperar a equipa para o jogo do Nacional de Futebol no dia 5 de Maio e procurar “dar a resposta a tudo isso que aconteceu”, promete Almara. 


Batuque entra no grupo do Sporting da Praia para disputar o Nacional de Futebol após roubar o primeiro lugar ao Mindelense no último jogo do Regional de São Vicente. Este será o reencontro entre duas equipas que protagonizaram um dos piores momentos no Nacional de 2010 ao entrarem em confronto no Estádio “Adérito Sena”, em São Vicente, no jogo das meias-finais. 
Para o bem do nosso futebol esperamos que estas cenas não se repitam.


0 comentários:

Enviar um comentário

 
Design by Wordpress Theme | Bloggerized by Free Blogger Templates | coupon codes