31 de março de 2012

Jovens dão "luz" contra crise na Electra

Alcides (a esquerda) e Álvaro apresentam
a solução para a crise na Electra
Alcides Sequeira e Álvaro Duarte são dois jovens que, em São Vicente, montaram um sistema de energia eléctrica que pode ser a solução para os "apagões" da Electra. Com uma bateria de carro fora de serviço e uma fonte de alimentação ininterrupta (UPS) com a bateria estragada, o sistema consegue fornecer até nove horas de autonomia e alimenta lâmpadas e televisores. Veja como funciona.

Esta "invenção" nasceu da curiosidade destes dois jovens de 26 anos. Nenhum deles é electricista. Alcides Sequeira é formado em serralharia e Álvaro Duarte é licenciado em Gestão Hoteleira e Turismo, mas como gostam de mexer e aprender lançaram-se neste projecto.

"Esta ideia vi no meu patrão e depois de me associar com meu amigo começamos a procurar e a trocar mais informações", explica Alcides, contente pelo facto de já não ter que se preocupar com os apagões da Electra.

"Neste momento quando falta electricidade, tenho de quatro a nove horas de autonomia em casa, dependendo das coisas que estiverem ligadas", garante Alcides. "Por exemplo, se ligar as duas televisões e as luzes da casa tenho cinco horas de luz. Mas se a minha família ligar somente uma televisão temos nove horas".

Por enquanto usa uma UPS de 480 watt, mas Alcides diz que se conseguir um de 1000 watt já poderá ligar o frigorífico, que é um electrodoméstico muito potente.

Alcides garante que esta "invenção" não faz disparar a conta de energia, porquanto a UPS foi feita para estar 24 horas por dia ligada e a bateria é de 12 volts. "Verifiquei que a minha conta de electricidade deste mês não aumentou só porque tenho esse sistema ligado para as emergências."

COMO FAZER O SISTEMA?

Para fazer esta instalação só precisa de uma UPS, que pode ser aquelas com a bateria estragada. Em muitos escritórios estes são dados como incapazes porque não compensa comprar uma bateria por onze contos para reparar uma UPS.

São necessários ainda um kit de parafusos e fios cujo valor ronda os quinhentos escudos e uma bateria de automóvel que já não serve para dar o arranque ao carro. Este acessório pode ser conseguido nas oficinas porque por enquanto é considerado lixo. "Mas se quiseres melhores garantias pode-se comprar uma bateria nova por nove contos", recomenda Álvaro.

Apesar de acreditarem nas qualidades do sistema, estes jovens mostram-se receosos quanto a montar uma empresa para fazer estas instalações: "Na brincadeira já comentei com meus amigos sobre fazer uma empresa para montar este equipamento, mas a verdade é que isto é tão fácil que qualquer um pode fazê-lo pelo que não sei por quanto tempo teríamos lucros", brinca Álvaro, realçando que por enquanto estão a montar o equipamento para alguns amigos.

Uma opção que defendem ser melhor que o gerador, porque estes demoram quase trinta segundos para entrar em funcionamento ou então devem ser arrancados manualmente. "Por exemplo", aponta Alcides, "há dias estava a mostrar este sistema ao meu vizinho que tem um ciber-café onde usa um gerador. Sempre que a Electra dá um ar da sua graça, ele tem que o colocar na rua para poder continuar a funcionar, isto com todos os inconvenientes com combustível, óleo e barulho da máquina".

Após explicar-lhe como fazer para alimentar todo o seu ciber-café, ele experimentou primeiro com a bateria do seu carro e iluminou toda a sua casa. "Depois avançou para o seu ciber onde tem cinco computadores e resultou lindamente. O pessoal não usa porque ainda não sabe, mas se soubessem…"

VIVER SEM A ELECTRA

O próximo passo desta dupla jovem é conseguir carregar a bateria através da energia produzida pelo muito vento que se faz sentir na zona de Fonte Filipe, no Mindelo. O objectivo é conseguir uma autonomia de 24 horas, usando um alternador de carros que já estão a modificar na oficina e uma ventoinha que irá alimentar a bateria de forma a ter electricidade suficiente para dois ou três dias, sem depender da Electra.


7 comentários:

daivarela disse...

Eu já arranjei duas baterias: uma por 100 escudos e outra por oferta.
Agora vou arranjar um UPS e fazer este sistema lá em casa

Zitoazevedo disse...

Pois é, meu amigo...Como canta o Gedeão "sempre que o homem sonha, o Mundo pula e avança, como bola colorida entre as mãos de uma criança..."
O espirito humano é inesgotável e imbativel...

daivarela disse...

Isso mesmo, e quando montar o sistema aqui em casa vou dar conta aqui no blo

Rasta Criol disse...

Fonte Felipe sempre represente... Força la vuca ma alcides... One love

S Vicente Ilha Mitica disse...

BSOT FAZE ES TEST PESSOAL; PA PREVINI CORTES

Sthefigirl1990 disse...

pelo menos já temos prevenção contra os abusos da electra e olha que não são poucos  

Rbn Veiga disse...

bem ka kre desmancha prazer ma aco k es ideia ta ta SV diaza na munde, desde temp kanikinha

Enviar um comentário

 
Design by Wordpress Theme | Bloggerized by Free Blogger Templates | coupon codes