11 de março de 2012

CVMA: Mirri Lobo arrasa com os prémios

Mirri Lobo - o grande vencedor dos CVMA'2012
Como previsto pelo daivarela aqui no blog, o cantor Mirri Lobo foi o grande vencedor da gala Cabo Verde Music Awards 2012. Uma vitória mais do que certa depois da grande e instantânea aceitação pelo público do seu terceiro álbum de carreira, “Caldeira Preta”. Parabéns ao trovador salense. 

Outro grande vencedor da noite foi Jay, um jovem cantor que mistura reggae, hiphop e dancehall com singalong beats e batidas dancehal.

Uma grande Gala, com certeza, que em muito dignificou a Cultura caboverdeana. 


Os Premiados da CVMA'2012 

Música do Ano – Incmenda di Terra - Caldera Preta - Mirri Lobo 

Voz Masculina – Caldera Preta - Mirri Lobo 

Álbum Acústico – Caldera Preta  - Mirri Lobo 

Coladeira – Incmenda di Terra - Caldera Preta - Mirri Lobo 

Reaggae / R’n’B – Eli - Sempri Bandidos - Jay 

Rap / Hip-Hop – Obi más un peça - Sempri bandidos - Jay 

Album Electrónico – Sempri bandidos - Jay 

Instrumentista – Caldera Preta - kim Alves 

Produtor Musical – Rapacinho Lantuna - Kim Alves 

Batuko / Colá San Jon – Fla mantenha - Dor de Mar - Tcheka

Funaná – Forti bu dam ku stango - Dor de Mar - Tcheca 

Voz Feminina – Mornamente - Dina Medina 

Morna – Fidju Magoado - MornamenteDina Medina 

Cabo Zouk / Cabo Love – Nos Amor tem Futuro - Lo records - Beto Dias 

Compositor – Nôs Fé - Adalberto "Betú" Silva 

Artista Revelação – Ilo Ferreira 

House Music – Já bo cre másDénis Graça 

Artista em palco – Jorge Neto 

Banda ao Vivo – Ferro Gaita 

DVD – Best Of - Lura 

DJ – Ivan Lluv (Cabo Verde) 

Animador (Comunicação Social) – Steve Andrade (Rádio Comercial)

Vídeo-Clip – Lusofonia - La MC Malcriado 

Artista Popular (SAPO.CV) – Ricky Boy 

Prémio Homenagem - Bana

Prémio Acção Social - Bob Silvestre






Veja o vídeo "Incmenda di Terra" - Mirri Lobo

Bana - lágrimas na homenagem
Bana
Esta foi uma Gala que valeu também grandemente pela emocionante mensagem do “dois metros de sorriso”, Bana, o senhor morna. Ver os cabelos grisalhos e ouvir a voz entrecortada daquele que sempre encantou com a sua voz de touro é uma emoção difícil de descrever. Fica-se sempre com a sensação que com certas pessoas nenhuma homenagem é suficiente. Ver seus olhos marejarem de lágrimas quando fala da sua terra e da saudade das suas gentes… impossível não se emocionar. Bana, obrigado por todos os momentos de paz que sua voz proporcionou, e por todas as saudades que sua voz despoletou. 



O que não gostei
Mas nem tudo foi o melhor que poderia ter sido: 

A nomeação de Dénis Graça para melhor música do Ano. Se dúvidas houvesse dissiparam quando cantou durante a Gala. O cantor ainda conseguiu repetir mais do que 47 vezes o refrão “Já bo kre más” quando esteve ao vivo. Comparativamente às outras três músicas em competição pode-se constatar que era uma disputa que não fazia parte. Na categoria de House Music fazia todo sentido, mas nesta não. 

Dina Medina entrou com seis nomeações (um exagero) mas acabou por vencer somente duas. Venceu a melhor voz feminina mas não me convenceu.

A recusa da Mayra Andrade em participar nesta edição da CVMA. Nunca foi bem explicada as razões para a artista que esteve nomeada e presente na anterior ter preferido que seu nome fosse retirado da lista. 

A mudança do espaço que era inicialmente para ser com oito mil lugares no Luna Park e desceu para 800 lugares no auditório da Assembleia Nacional. 

A nomeação de um dos responsáveis máximos do evento para concorrer com outros artistas. Desculpam-me mas não fica bem o responsável inicial do projecto CVMA e actual sócio da empresa produtora da CVMA estar nomeado para receber um prémio na CVMA. 

A falta de grafismo na televisão. Explico: quando a jornalista falava com os artistas não havia a indicação do nome da pessoa no ecrã. Mesmo durante a entrega dos prémios não era escrito. 

O facto do site oficial da CVMA ter ido abaixo antes do início da Gala e com isso ter impossibilitado a votação online (eu sei porque tentei e só dava erro). Deve ter sido porque o servidor não aguentou tantos pedidos e entrou em colapso. Ao que parece já regressou. 

Bilhetes muito caro (3000$00) para assistir ao espectáculo.

Votação muito cara - 50 escudos por mensagem.

O boneco da SAPO.CV que subiu ao palco para entregar o prémio “Artista Popular” com a fantasia colada ao corpo e com um inchaço saliente nos fundinhos. Aquilo tudo era da emoção?

Será que alguns prémios não foram bem entregues? O que achaste da apresentação do espectáculo ? 

14 comentários:

C.MR.86 disse...

É DE LOUVAR SEMPRE ESTES EVENTOS PQ CABO VERDE TEM EXCELENTES TALENTOS MUSICAIS E Q SEMPRE PRESENTEI-A-NOS  COM EXCELENTES TRABALHOS , POR ISSO ELES TEM Q SER PREMIADOS . 
MAS EU NÃO COMPRENDI PQ Q HERNANI ALMEIDA , DIVA , VLÚ  POR TER ENTRADO NAS CATEGORIAS DO CVMA (se eu não estiver enganado) POR EXCELENTES TRABALHOS APRESENTADOS NO ANO 2011. A MUDANÇA DE ESPAÇO DEIXA-ME A PENSAR: A MUSICA É DO POVO OU É SÓ PARA ELITE CABOVERDEANA .
PARABENS E FORÇA A CVMA ATÉ PRÓXIMO ANO .  

criola SV disse...

E de louvar a iniciativa, ja vai na 2 ediçao que venham muitas mais ediçoes. mas por favor tirem o Valdemar pq ele??????????????? Nao ha apresentadores (masmulinos ) melhores neste pais???????????Tb nao percebo pq da apresentadora vir sempre de fora (tb nao ha uma mulher nas ilhas com competencia para tal???? Eu sei que ha). Outro reparo gostaria de ver mais artistas de outras ilhas nomeados

daivarela disse...

boas perguntas... boas perguntas mesmo.

Elísio Leite Lima disse...

A verdade é que não haveria melhor vencedor. A boa música é a boa música. A malta jovem também sabe ouvir. Força para o vencedor

Crioula di terra disse...

Aqui não gostam de dar oportunidades a outras pessoas, isso é a grande vdd e td paxa pela base da amizade. Mas a última pergunta vc se refere a artistas  das outras ilhas tds ou de SV?

Elísio Leite Lima disse...

A verdade é que não haveria melhor vencedor. A boa música é a boa música. A malta jovem também sabe ouvir. Força para o vencedor.

Raquel Monteiro disse...

Fiquei muito contente pelo Mirri e também por ver o valor do trabalho da Dina Medina ser reconhecido. Acho que este ano houve mais justiça que no ano passado. Que venham mais CVMAs.

Fonseca Soares José disse...

CVMA! A festa da música CV...
(até 2013...)

Adriano Reis disse...

O artigo no blog esta bué da fixe. Tens toda razão, aquela n é música nenhuma p ser musica do ano, p além de ter repetido 47 vezes o refrão, forcou as pessoas a ficar de pé e cantar aquela treta. A admiração k tenho p Mario Lucio acho k deixou mais falta na Tertúlia k tinha marcado cá em Lisboa pq n entendo cm um gd compositor/interpreto/musico n houve nada p ele. santo Deus!

Artemisaferreira disse...

Um vitória mas que merecido.  

Cristom disse...

Dai, falou e disse! Bo tocá na tud kes pont fundamental.
 Dina tem más voz ki Diva ondé? Mes el desafiná lá pa tud gent uvi. Valdemar…nem ka é mestid comentá. Porquè kes ta ba bská apresentadora estranger? Porque kem ta organizá es kosa é Soraia Deus, um tuga invejosa e feiosa ke ka tem dia dpó um criola bnita num lugar de destaque.
E nhas gent, ses tem k trazé maltas de palop pa bem cantá - muti bem - ma pes trazi cantores a sério. Kel senhora de moçambique ke kel voz d robot e ta tenta imita pustura em palc de byoncé…please.

CVMA e um grand iniciativa mas es mesti analisa e mjorá um data cosa.

Neves disse...

Análise muito bem feita Daivarela, estou completamente de acordo.
A minha crítica vai para a categoria de "melhor morna". Posso estar enganado, mas a mim parece que a musica de Dina Medina (Fidjo Magoado) não é uma morna propriamente dita, aquilo parece uma musica clássica, dos ritmos estrangeirados.
Fiquei realmente espantado, porque da mesma cantora e na mesma categoria estava uma morna expetacular, refiro a "mornamente"... O que andam esses juris a fazer?

Do resto acho que foi tudo normal, a questão da apresentação não me interessa muito. Feita uma avaliação global, eu penso que a edição do CVMA deste ano caiu um pouco na qualidade, se comparamos com a edição de 2011. 

Maryh disse...

 a Dina desafinou e todos aplaudiram de pe. . . "and another one bites the dust"
A senhora de Moçambique estava tao desorientada que agradeceu a Angola por la estar, Mas a apresentadore é de São Vicente, pessoal, mora em Lisboa mas é de São Vicente e ela fez questão de o referir

Maryh disse...

Eu dou Graças a Deus do Bana e Cesária Èvora terem recebido o Prémio carreira em 2012 e 2011 respectivamente, porque eu não quero nem imaginar com quem os iriam colocar a cantar. A música de Cabo Verde, todo o Cabo Verde, está a precisar de mais seriedade e menos show off, para continuar a ser respeitada

Enviar um comentário

 
Design by Wordpress Theme | Bloggerized by Free Blogger Templates | coupon codes