4 de maio de 2011

Carta à moda antiga


Encontrei esta carta escrita à moda antiga e não resisti em compartilhá-la no aqui contigo. É bem provável que tenhas escrito (as vezes obrigado/a) essas cartas para teus pais ou avós. Se nunca viste uma carta desta aproveita porque já não se fazem como antigamente.

Mindelo, 03 de Maio de 2011

Meus queridos pais do meu coração, avôs e sogros do nosso coração.

Espero que ao receberem essas duas linhas estejam a gozar de uma boa e perfeita saúde junto de tudo quanto vos rodeia. Nós por cá vamos indo bem graças a Deus só sentindo saudades sem fim. Tenho também muitas saudades dos irmãos, da irmã, dos sobrinhos, sobrinhas, enfim, dos familiares e amigos todos, do nosso querido cunhado e compadre. Estamos a espera de um dia conhecer as cunhadas. Um beijo grande para todos.

Mãe, resolvi arriscar um pouco nos negócios por isso vai ter que cansar mais um pouco, mas tenta vender a um preço agradável. Como eu já tinha dito as blusas de senhora são de marca e caras mas eu não gastei dinheiro vivo nelas, foi uma senhora que gastou muito dinheiro em roupas mas só que agora não tinha como me pagar pelos serviços por isso pagou em roupas. A mãe vê o que gosta para si e venda os outros. Algumas estão sem etiqueta mas são novas.

Termino com muitas saudades enviando muitos beijinhos.

Aprendeu como é que se escreve uma carta? Porque aquelas coisas que escreves nas mensagens do tipo “Pq k vc tb n vai? Rsss”, ou “hj tou mm LOL” já estão fora de moda. O que está a bombar é escrever uma palavra que o destinatário possa entender.

3 comentários:

Criola de terra disse...

É sempre bom escrever cartas. Quem não gostaria de receber uma. Embora eu pertença a geração dos lol's, dos rsss, dos smiles, dos pk, tc, dd e outros tantos que as vezes me confundem, gosto muito de receber cartas, principalmente daqueles que quero bem, e também envio-os. Esta geração apressada quer sempre dizer tudo e econimizar nas palavras. Na minha ignorância, temo o dia em que já não se irá saber mais escrever o português, principalmente aqui em Cabo Verde onde utilizamos esta língua como a segunda, e que usamos tão pouco. Quanto mais o crioulo que até agora não é padronizado. Já imaginaste escrever em crioulo de forma abreviada??? Só de pensar já me dá dores de cabeça. Vamos continuar a 'lolar' mas também devemos usar o nosso tempo para praticar uma boa escrita.

daivarela disse...

Criola de terra
Nem quero imaginar a escrita do crioulo de forma abreviada - eu ainda nem sei escrevê-lo de forma correcta, da forma normal.

Criola de terra disse...

Quem souber levante a mão.:D . Escrever crioulo de forma abreviada é inimaginável, impensavél, inconcebível e 'inconsiguível', mas vais ver que algum 'chico esperto' vai tentar.

Enviar um comentário

 
Design by Wordpress Theme | Bloggerized by Free Blogger Templates | coupon codes