16 de maio de 2011

Achômetro Nº 3: Acho que alguém não sabe brincar

Acho que alguém reprovou no Jardim de Infância porque não sabia brincar. Só assim se explica que depois que o Festival de Música da Baia das Gatas ter sido agendada para os dias 5, 6 e 7 de Agosto as eleições presidenciais são marcadas para o domingo, 7 de Agosto.

Todos sabemos que as eleições são importantes, não é isso que está em causa. Mas o que não se pode desprezar é que o Festival nasceu em 1984 e que viria a transformar-se no maior evento musical do país e num dos maiores da África Ocidental. Todos os anos, no primeiro fim-de-semana de lua cheia do mês de Agosto, dezenas de milhares de pessoas provenientes de todas as ilhas de Cabo Verde e do estrangeiro deslocam-se à Baía das Gatas para assistir, durante três noites, a concertos de grupos e artistas nacionais e estrangeiros, intérpretes dos mais variados estilos musicais. Uma outra componente do festival é o convívio. Milhares de tendas estendem-se pela praia. Nesse fim – de – semana, a cidade muda-se para a Baía.

Acho que 27 anos do Festival é tempo suficiente para que um dos Conselheiros da República ter notado a sua importância e ter apontado este pormenor ao Chefe de Estado na reunião para decidir a data das eleições. Acho que esse pormenor não deve ter passado despercebido aos três líderes dos partidos com assento parlamentar que se reuniram com Pedro Pires mas como a data das presidências não dependem dos partidos...

PS: Lá se foi o fim-de-semana de lua cheia com a mudança da data do Festival para os dias 12, 13, e 14 de Agosto, porque "Tendo em consideração a dimensão das eleições presidenciais, fomos obrigados a ponderar sobre a realização do Festival internacional da Baia das Gatas. Após uma reunião do núcleo duro de preparação do evento, decidimos alterar para a semana seguinte, para que as eleições possam decorrer na normalidade", afirmou a Câmara Municipal de S. Vicente.

PPS: A 23 Agosto 2010 escrevia-se: Pedro Pires apela à valorização da cultura no Festival da Baía das Gatas - O último dia do festival de Música da Baía das Gatas teve um espectador especial. O presidente da República associou-se à festa e deu ele também uns pezinhos de danças para não ficar indiferente. Num ambiente de muita festa e animação, Pedro Pires apelou à valorização da música e da cultura cabo-verdiana e aos artistas mais novos que se despontam para a senda musical nacional. Por isso acho que não foi ele.


O que é que você acha?

9 comentários:

MRVADAZ disse...

Dai,

Estás a dormir quanto à situação política do país? Muito pelo contrário, tudo foi bem pensado e orquestrado pelos conselheiros!

Custumas ler o teu conterrâneo Virgílio Brandão? Vai ter um cheirinh(O NOMEM E AS ELEIÇÕES PRESIDENCIAIS) no http://terra-longe.blogspot.com/.

Tem mais naquele blog e outros textos publicados na Liberal online. Abc

daivarela disse...

MRVADAZ,
não tou a dormir, não (mas que política as vezes dá um sono...)
Gostei dos textos e por isso até já o adicionei a minha lista. 'brigada pela dica.
Abc

Bruno da Moura disse...

Daivarela em causa também não esta só o festival... Agosto ninguém se encontra no planeta Terra.
Ou seja Agosto é o mês em que muita gente não se encontra no local onde recenseou...

Uma data que causou muita polémica... enfim fazer o que afinal ele é o responsável máximo da nossa terra

Parabéns pa blogue

daivarela disse...

Bruno da Moura
Ao que parece as pessoas já vão poder voltar para o planeta Terra pois a Câmara Municipal resolveu mudar a data do Festival - e assim perdemos o fim-de-semana de lua cheia.

'brigada pela visita e volte sempre

MRVADAZ disse...

Dai,

Uma pequena pergunta? porquê que dizes sempre "obrigada" e não "obrigado"?

Será que por causa daquela pegadinha ou lapso? Hehehehe, para já, quando é que devemos usar as duas palavras?

Abraço

daivarela disse...

MRVADAZ
Dá-me licença para rir? Isso porque quase que me apanhavas de surpresa com essa hahhahahhaha.

Olha que tive a tentação de ir para o prontuário antes de te responder, só que há um pormenor: eu não digo obrigada mas sim 'brigada que é uma contracção que fazemos quando falamos crioulo caboverdeano. No nosso vocábulo não existe essa diferença entre obrigada e obrigado para feminino e masculino.
Apesar de escrever em português, eu penso em crioulo caboverdeano por isso coloco palavras do meu dialecto nos meus textos sem itálico porque mesmo que o blog esteja na net, o meu público-alvo são os caboverdeanos (se conseguir agradar outras nacionalidades ficarei muito feliz).

'brigada e volte sempre

Bruno da Moura disse...

Rapazes

Um homem (tanto para um outro homem ou para mulher) diz sempre OBRIGADO

Uma mulher (tanto para uma outra mulher ou para um homem) diz sempre OBRIGADA

MRVADAZ disse...

Dai,

Posso rir também? Hehehehe, não esqueças que as mulheres fazem esta contração justificativa hehehe;)

"Apesar de escrever em português, eu penso em crioulo caboverdeano(...)o meu público-alvo são os caboverdeanos", obrigado pela explicação, percebido! Não era preciso prontuário antes de me responder se assim fosse heheh

E, como sou caboverdeano vou voltar mas posso perguntar sempre que tiver dúvidas?

Kel abraço!

daivarela disse...

Bruno da Moura
'brigada pela dica mas como sou um gajo que gosta de uma marca registada... vou continuar com a minha opção.

MRVADAZ
Podes perguntar que eu sempre responderei.
Abraço

Enviar um comentário

 
Design by Wordpress Theme | Bloggerized by Free Blogger Templates | coupon codes