10 de julho de 2008

Qual é o segredo para planear uma história de sucesso?


O segredo está na forma como a história é contada. Um dos trabalhos mais influentes em relação à estrutura das histórias é um livro cujo título é O Herói de Mil Faces, de Joseph Campbell. Publicada pela primeira vez em 1949, este livro lançou uma nova e poderosa luz sobre a anatomia das histórias. O que Campbell descobriu é que todas as histórias possuem uma estrutura comum. O primeiro factor comum em todas as histórias é a presença de um “herói”, ou personagem principal. O segundo aspecto presente em todas as histórias é que este herói enfrenta uma situação incomum, diferente da sua rotina habitual. O terceiro aspecto refere-se ao regresso do herói. Depois de ter experimentado uma situação incomum, o herói volta ao seu mundo, mas este já não é mais o mesmo, a experiência modificou-o. O modelo de doze etapas que compõe o núcleo de funcionamento das histórias foi baptizado de “Jornada do Herói”:


Mundo normal
Nesta parte da história, o herói é apresentado na sua rotina diária, seja ela qual for.

Chamamento para a aventura
Algo fora do comum acontece. A rotina do herói é quebrada. Alguma coisa tem que ser feita.

Recusa do chamamento
O herói tenta eximir-se de tomar uma atitude. Afinal, é muito mais confortável deixar as coisas como sempre foram. Imagina que, se deixar o tempo passar, tudo se resolverá.

Encontro com o mentor
O encontro com o mentor pode ser interpretado literalmente como o encontro do herói com alguém mais experiente que o orienta, ou como uma situação metafórica na qual o herói supera o seu receio de agir.

Travessia do limiar
Nesta etapa, o herói, forçado ou espontaneamente, sai da rotina e entra no mundo de situações especiais.

Teste, aliados e inimigos
É nesta etapa que a maior parte da história se passa. No mundo especial, o herói passará por testes, encontrará aliados e terá de enfrentar inimigos.

Aproximação do objectivo
O herói aproxima-se do objectivo principal da jornada. O nível de tensão aumenta. As coisas tornam-se incertas.

Provação suprema
É o auge da crise. É o momento no qual o herói enfrenta o seu maior desafio. Quanto maior o risco, maior a emoção para o leitor. Em muitas histórias, a provação suprema é uma situação na qual o herói enfrenta a própria morte.

Conquista da recompensa
Passada a provação suprema, o herói conquista a recompensa. Esta etapa marca o final da crise.

Caminho de volta
O herói inicia o caminho de volta ao mundo normal. A aventura terminou e a vida tem de voltar à sua rotina diária. Esta etapa é muito curta na maioria das histórias.

Depuração
Aqui, o herói pode ter de enfrentar uma situação secundária ainda em aberto na história.

Regresso transformado
É a finalização da história. O herói está de volta ao mundo normal, mas já não é o mesmo.


1 comentários:

Criola di terra disse...

em qual etapa da "Jornada do Herói te encontras Dai...hehehehehehe

Enviar um comentário

 
Design by Wordpress Theme | Bloggerized by Free Blogger Templates | coupon codes