9 de janeiro de 2008

Um poema perfeito (Poesia)

Este é o poema perfeito
Críticas?...
Ah! Ah!... a quem, a quê
Formas abreviadas, metáforas,
Adjectivos, verbos,
Substantivos, rima e ritmo
Alegria, tristeza
Ódio, paixões
Sem quês nem porquês
Sem comparações


Esta é a forma e a perfeição
E o sujeito, o indefinido
Nós, meu, eu, teu
O ciclo do infinito
O mais valioso grão de areia no chão do deserto


Este é o perfeito poema
Elogios?...
Ah! Ah!... a quem, a quê
Se estas palavras não me pertencem
Formas criadas do nada
Ligadas pelo vento
Queimadas pela terra
Afogadas pelo fogo
A perfeição em forma de poema


A arte moldada pelos olhos
Esculpida pela força dum sopro
Quebrado ao mais leve defeito na voz
Nuance de luz viva
Companheira de si próprio
Mas nunca inimiga do seu criador
Obra, força, talismã, conceito
Concebida sem gritos nem dor
Um poema perfeito.


Publicada (também) no Jornal NhaTerra Online

4 comentários:

Eunice Rodrigues disse...

Escritor Dr. Odair Varela

Não canço de ler, ouvir a minha voz, sentir a sua escrita, imaginar o teu imaginário sempro que leio um poema seu.
Espero um dia poder ler um livro seu.
Boa Sorte

babass disse...

esse é mesmo un poema perfeito.
grande Odair.
continua, tens meu apoio

doris disse...

Um poema perfeito de um poeta... quase perfeito. Parabens, bjs

Anónimo disse...

I really like what you guys are usually up too.

This kind of clever work and exposure! Keep up the great works guys I've added you guys to my blogroll.
Feel free to surf my homepage : football transfer news epl

Enviar um comentário

 
Design by Wordpress Theme | Bloggerized by Free Blogger Templates | coupon codes